como_ser_mais_produtiva

7 princípios a aplicar para ser mais produtiva

Depois dos filhos é que as coisas se complicam… E é para cuidar das mães e ajudá-las a descomplicar as suas vidas que aqui estou. É o que costumo dizer quando me perguntam porque escolhi Maternidade Descomplicada para nome do meu negócio.

Antes de sermos mães, todo o tempo fora do trabalho é nosso e geri-lo conforme nos é mais vantajoso não é um problema. Podemos simplesmente saltar uma refeição, ou trabalhar até às 3h da manhã, mas as coisas ficam feitas.

Após a maternidade, é preciso sermos organizadas para sermos produtivas. É necessário aprender a gerir o nosso tempo e corresponder a todas as solicitações que surgem, especialmente aquelas que não dependem de nós, sem que para isso deixemos de existir nas nossas agendas.

Para isso, reuni 7 princípios que a vão ajudar a ser mais produtiva:

principios_para_ser_mais_produtiva
  1. Esqueça tentativas de perfeição, isso não existe.

Avalie em cada situação o resultado com que se sentirá satisfeita e não “navegue na maionese”, como se costuma dizer… O nosso melhor trabalho é aquele que conseguimos fazer, não aquele que passamos meses a planear e que nunca está suficientemente bem. Por isso, deixe de lado as expectativas de perfeição e foque-se em fazer um bom trabalho.

  • Respeite o que está a fazer.

Se está a trabalhar, está a trabalhar. Não está a limpar, a arrumar ou trocar mensagens e a ver receitas para o jantar. Cada vez que nos distraímos o nosso cérebro demora cerca de 20 minutos a retomar a concentração na tarefa que estávamos a fazer. Por isso, embora trabalhe muitas vezes a partir de casa, só me permito “fazer tarefas da casa” antes ou depois de um período de trabalho. Uso a hora do almoço para estender roupa, ou descongelar o jantar. Fora isso, se é para focar, é a sério!

  • Aprenda continuamente sobre gestão de tempo.

Há inúmeros livros e profissionais que gosto de seguir. O Christian Barbosa é o meu preferido, porque é muito terra-a-terra. Faz regularmente estudos e baseia-se em estatísticas para as suas conclusões, mas também recomendo Brian Tracy, a Thais Godinho e a Gabriela Brasil.

Pode ler aqui um artigo que explica de forma simples, o que é a gestão do tempo. Pode ler um livro maravilhoso que recomendo sempre nos meus workshops que se chama Seja dona do seu tempo, que se foca essencialmente na gestão e produtividade para um público feminino. Reúne informação excelente sobre ferramentas, planeamento do tempo e combate à procrastinação.

  • Trabalhe num espaço organizado.

O resto da casa até pode estar um caos (eu nunca disse isto!) mas o seu espaço de trabalho, a sua secretária tem que a inspirar a ser produtiva. Por isso investa nisso. Não precisa de ser nada fancy ou complexo. Eu gosto de criar um ambiente que me permita trabalhar sem me desconcentrar. Tenho um difusor com o meu óleo essencial preferido, garrafa com água na secretária, uma taça com snacks saudáveis e o material que vou precisar. Se preciso de foco máximo até coloco uma playlist de concentração no spotify.

  • Estruture uma rotina de trabalho

A que horas vai começar a trabalhar? Como vão ser organizados os seus blocos de tempo? Em que momentos vai verificar as suas redes sociais? Estas questões são algumas das que deve colocar ao estruturar a sua rotina. Porque as rotinas facilitam muito. Vão ajudar a não esquecer coisas que são importantes, vão impedir que perca tempo com coisas que não interessam. Não salte esta parte porque vai facilitar ir ao encontro das suas prioridades em primeiro lugar e é isso que gera trabalho produtivo.

  • Não tenha medo de experimentar até encontrar o que funciona para si.

Todos somos diferentes. Alguns trabalham melhor em silêncio, outros não se incomodam com barulho. Pode senti que o seu pico produtivo é logo pela manhã e talvez seja útil trabalhar antes dos seus filhos acordarem. Ou pode ser uma night owl e trabalhar melhor quando todos vão dormir. Não há receitas mágicas, nem one size fits all. Tem que encontrar o que funciona para si e isso só vai acontecer aprendendo, errando e testando novamente.

  • Peça ajuda. Delegue, aceite.

Este é o mais difícil (eu sei disso), mas é necessário. Conciliar vida profissional, casa e vida pessoal não é fácil. Como eu costumo dizer, não há um equilíbrio permanente. Há um equilíbrio desequilibrado. Um dia está mais presente para a sua família, outro precisa de priorizar o trabalho. Acho que no final de contas o que mais importa é estar verdadeiramente presente quando está a fazer cada uma das coisas.

Para que isso aconteça existirão momentos em que tem que contar com ajuda externa, seja de um parente, de uma babysitter ou através de uma comunicação e articulação melhor com o seu marido. E não há nada de mal nisso.

Qual destes princípios a cativou mais? Já colocou alguma destas estratégias de produtividade em prática? Conte-nos comentários ou partilhe connosco no instagram.

Escrito por Diana Silva

Alguns links que podem ser úteis:

Website da Maternidade Descomplicada

Como criar um ambiente para trabalhar em casa

Como me organizo com ARC

Como arranjar tempo para ler depois dos filhos

Biblioteca digital com recursos gratuitos para te organizares

Leave A Comment